Últimas
  • Loading

A Mudança II chegou ao nosso jardim de Infância. No primeiro dia, com alguma timidez, com muita descoordenação mas com uma alegria contagiante, demos os primeiros passos.

 

Depois deste primeiro dia, as perguntas começaram a surgir quase diariamente:

-Quando voltamos a dançar?

-Vamos dançar a sério?

-Dançamos num palco para os nossos pais verem?

 

Aos poucos, observo que vão aprendendo a movimentar-se expressivamente, respondendo a diversos estímulos (a música, às palmas, aos sons….. ) e crescendo com a dança.

 

Estes movimentos dançados, promovem o desenvolvimento da criatividade da partilha, o respeito pelo espaço e o tempo do outro, e ainda a consciência de pertença ao grupo.

 

Diversos autores (Santos, 1989; Sousa, 2003; Read, 2007; Vigotsky, 2000) confirmam o valor dos domínios expressivos/artísticos no desenvolvimento de capacidades cognitivas e sociais, e afirmam que desde muito cedo se devem promover práticas pedagógicas com enfoque nas expressões artísticas, onde as várias linguagens expressivas sejam desenvolvidas. Também Delors (1996) declara que importa oferecer às crianças todas as ocasiões possíveis de descoberta, experimentação e criação nos domínios artísticos e cultural, considerando-as como motores do desenvolvimento.

 

Sousa (2003) afirma, que […] o movimento, o jogo, a expressão e a criação são as principais necessidades da criança (p. 117). A pensar no desenvolvimento global destas crianças, agradeço à Dr.ª Natércia pela “Mudança “ que poderá vir a fazer a diferença, nesta turma.

 

 

Educadora Fátima Oliveira

 

 


Main Menu